Por favor, preencha a atmosfera com a vibração sublime dos Santos Nomes:
Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

sábado, 3 de janeiro de 2009

As Sefirats

As Sefirats são bastante complexas, contém muitos elementos e para explicá-las em detalhes seriam necessários muitos volumes de uma enciclopédia, por isso vamos nos limitar a uma explicação básica.

A palavra Sefirat tem dois significados: um é contar, o outro é limite ou fronteira. De acordo com a Cabala, existem 10 dimensões para a nossa realidade, que são as 10 Sefirats. As Sefirats funcionam como canais através dos quais a Luz do Mundo Infinito chega até nós, animando o nosso universo inteiro, incluindo nossas almas.

Cada Sefirat, como um filtro, reduz sucessivamente a emanação da Luz, diminuindo gradativamente seu brilho para um nível quase imperceptível em nosso mundo físico dos cinco sentidos. Por cada Sefirat que passa, a Luz se manifesta de forma diferente, mas sem nunca mudar sua essência. É como se colocássemos um filtro colorido na luz do sol; nós a veremos azul, vermelha ou verde, mas a Luz não muda nuncao que muda é o recipiente.

Elas também são conhecidas como atributos divinos, já que cada uma delas está relacionada a um atributo ou qualidade de Deus. Cada uma delas também se relaciona a uma parte do nosso corpo.

Esses 10 níveis ou Sefirats são: Kether, Chokmah, Bimah, Chesed, Geburah, Tipheret, Netzach, Hod, Yesod e Malkuth. AsSefirats Chesed, Geburah, Tipheret, Netzach, Hod e Yesod estão compactadas em uma dimensão chamada Zeir Anpin como um todo unificado. Toda a Luz que recebemos em nosso mundo físico de Malkuth é derivada de Zeir Anpin.

Curiosamente, os cientistas do final do século 20 revelaram uma estranha visão do nosso universo com o advento da Teoria da Supercorda, que é uma tentativa de unificar a teoria da relatividade de Einstein com a mecânica quântica.

De acordo com a teoria, todas as partículas subatômicas são na verdade diferentes ressonâncias de minúsculas supercordas vibrantes, muito parecidas com as diferentes notas musicais que podem emanar de uma única corda de violão. A Teoria das Supercordas sustenta ainda que nosso universo deve conter 10 dimensões de modo que possa se conciliar com a teoria da relatividade de Einstein, considerando a força da gravidade.

Graças à evolução da ciência e da tecnologia, os cientistas atuais e os antigos Cabalistas concordam que a realidade existe em 10 dimensões e que 6 dimensões estão firmemente compactadas.

Árvore da Vida

Conheça cada uma das Sefirats, mais detalhadamente:


KETHER

Sefirat de Kether foi a primeira, o primeiro recipiente que apareceu logo após a restrição e está ligada ao Mundo de Adam Kadmon - Homem Primordial. Kether faz parte das três Sefirats superiores (as outras duas são Chokmah e Bimah), que estão além da nossa realidade física e são o estado potencial. Nós nos relacionamos com as sete inferiores, que são o estado da manifestação.

Kether ou Coroa, se situa no topo da coluna central, logo abaixo do Mundo Infinito. A coroa normalmente está na cabeça do rei, mas não pertence ao corpo do rei, pertence ao reino. Para cada ação existe um pensamento que a precede. Kether, a coroa, é a semente das manifestações que vão acontecer no mundo físico. É o potencial da manifestação.

Kether é a inteligência ardente que canaliza a Força da Luz da Criação para as demais Sefirats. Funciona como um super computador que contém o inventário total do que cada um de nós é, alguma vez foi ou será. Como tal, não só é a gênese de nossas vidas neste reino da Terra, mas de todo pensamento, idéia ou inspiração que teremos enquanto estivermos nessa nossa jornada.

A reencarnação, na qual a alma humana volta várias vezes a este reino físico até que suas imperfeições sejam corrigidas, é uma doutrina central da Cabala. Este processo de correção é chamado Tikun e já foi explicado em mensagem anterior. Outros ensinamentos espirituais se referem ao processo de Tikun como Karma.

Esse processo, no qual uma alma é canalizada através das Dez Sefirats para nascer no mundo físico de Malkuth, começa em Kether, e nenhuma alma parte de lá sem a bagagem que acumulou em existências prévias. A luz de Kether tem um longo caminho a percorrer antes de nos alcançar. Está tão longe do reino físico no qual vivemos como o primeiro pensamento de um arquiteto está distante do edifício que aquele pensamento se tornará em última instância.

Kether é a fonte de tudo, mas somente em potencial indiferenciado. As outras Sefirats são necessárias para se transformar aquele potencial em algo que podemos perceber como realidade, e a primeira a receber o poder que flui para fora de Kether é a Sefirat de Chokmah.

CHOKMAH E BIMAH

Chokmah, no topo da coluna direita é Sabedoria. Mantém-se como a figura do pai universal. É o primeiro recipiente a conter toda a Sabedoria do universo e contém a totalidade da Luz. É o pensamento intuitivo em sua forma mais pura, o "estalo", a criatividade, o inconsciente, toda atividade ligada ao lado direito do cérebro. Em outras palavras, Chokmah pode ser comparada a um tolo que carrega uma enciclopédia nas costas.

A possessão da enciclopédia não torna o homem mais inteligente. A Sabedoria, encapsulada em si mesma, passiva, não tem nenhum valor em qualquer plano de existência. Para ser manifestada, a Sabedoria de Chokmah precisa de uma conexão com a energia de Bimah.

Bimah, Entendimento, é a figura da mãe universal e situa-se no topo da coluna esquerda. É uma usina geradora de energia cósmica, desde aquela que motiva o empenho humano até aquela que mantém as galáxias em movimento. É o raciocínio e a lógica que definem e dão forma ao "estalo" que vem de Chokmah, transformando-o em pensamento, proporcionando o desenvolvimento mental de uma idéia. É o lado esquerdo do cérebro, o consciente, os processos mentais. Bimah interioriza o conteúdo de forma que a informação se torna conhecimento e parte da pessoa.

Quando o pensamento precisa ser manifestado em ação, Chokmah e Bimah se encontram, combinam suas energias e transformam informação bruta em conhecimento.

É interessante notar que a ciência, exatamente como a Cabala, atribui a criatividade e a intuição ao lado direito do cérebro e a lógica e a racionalização com o lado esquerdo do cérebro.

CHESED

Chesed - Misericórdia, se situa na coluna direita, logo abaixo de Chokmah. É também a primeira das Sete Sefirats inferiores, com as quais nos relacionamos. Mas as Sefirats são inteligências muito elevadas, então como nos conectar com elas? Precisamos de instrumentos, canais para fazer essa conexão.

Da mesma forma que sabemos que existe eletricidade na tomada, mas precisamos de instrumentos - cabos ou aparelhos - entre nós e a eletricidade para que ela possa se revelar. O canal para Chesed é o patriarca Abrahão, pois ele foi o canal que manifestou a inteligência de Chesed, misericórdia e gentileza, no mundo. Quando queremos nos conectar com essa energia, devemos meditar em Abrahão.

De acordo com a Guematria, a numerologia Cabalística, as letras hebraicas que formam a palavra Chesed somam 72, relacionando-a com o poder dos 72 nomes. Essa relação nos ensina que, para que possamos ativar o poder dos 72 nomes, devemos ter misericórdia, gentileza pelo nosso próximo.

A expressão física da esfera de Chesed é a água. Chesed representa o total Desejo de Compartilhar. É o doar incondicionalmente, o estender a mão (por isso em nosso corpo se relaciona com o braço direito), é o fluxo de energia que se expande abundante e incontrolavelmente, por isso é considerada a mais expansiva das Sefirats.

Chesed sem equilíbrio é o extremista-liberal que lamenta mais pelo criminoso do que pela vítima; é o homem pobre que ganha na loteria e dá cada centavo de sua nova fortuna para caridade e deixa a própria família pobre. Desenfreada, Chesed doa até quase machucar. Felizmente, tem uma contraparte de equilíbrio, a Sefirat de Geburah.


GEBURAH

Geburah é conhecida como Julgamento, ou ainda Força, Grandeza ou Poder.

Situa-se na coluna esquerda, logo abaixo de Bimah. O canal para Geburah é o patriarca Yiztchak (Isaac), filho de Abraham, e no nosso corpo essa Sefirat se relaciona com o braço esquerdo.

Enquanto Chesed doa incondicionalmente, Geburah é a avarenta. Onde Chesed se expande, Geburah se contrai.

Onde Chesed diz, "Compartilhe", Geburah diz "e o que eu ganho com isso?" Onde Chesed celebra o heroísmo, Geburah é um disciplinador com o medo olhando por sobre seu ombro. É pura contração, restrição, é a força que permite o controle e o domínio sobre os impulsos.

Geburah, sem rédeas, sem o equilíbrio de Chesed, se torna a tirania de um estado policial, podendo levar a autocontenção e se transformar em uma fonte de energia para sentimentos de ódio e medo. Mas assim como a Sabedoria de Chokmah não pode se manifestar sem a energia de Bimah, a semente indiferenciada em Chesed nunca poderia se tornar a árvore diferenciada sem a mão forte de Geburah.

Geburah canaliza energia espiritual para superar obstáculos e atingir objetivos específicos, e é a força essencial para realizarmos nossa principal missão nesta vida: transformar a nossa natureza.


TIPHERET

Tipheret representa Beleza. Está relacionada com a Coluna Central e o Mundo da Formação Localiza-se abaixo e entre as Sefirats de Chesed e Geburah. Junto com Chesed e Geburah, forma a tríade superior do Maguen David. O canal para Tipheret é Yaakov e no corpo humano, está relacionada ao tronco.

Tipheret é Beleza porque uma coisa bela, seja um pôr-do-sol, uma flor, um poema ou a mente humana, tem que combinarsabedoria [Chokmah], entendimento [Bimah] e o brilho da Luz para existir como tal.

Tipheret também se refere à beleza porque é o ponto de equilíbrio entre as colunas direita e esquerda, gerando a harmonia, sem a qual beleza nenhuma poderia existir. Também representa a verdade, que vem com esse equilíbrio.

Tipheret nos ensina quando compartilhar e como fazê-lo com equilíbrio, e quando receber ou julgar com amor. Representa aquele equilíbrio entre julgamento e misericórdia que permite a um pai disciplinar seu filho pelo amor em vez de fazê-lo pela raiva reativa.


NETZACH

Netzach - Vitória ou Eternidade - situa-se na coluna direita, logo abaixo de Chesed. É um armazém de energia positiva de Chesed, que irradia o Desejo de Compartilhar e se torna o canal dessa energia na medida em que começa a abordar o mundo físico no qual vivemos.

É Vitória no sentido de vencer as próprias limitações e Eternidade no sentido de expressar os pensamentos eternamente. É a primeira Sefirat onde há reciprocidade, sendo responsável pela necessidade que o homem tem de se relacionar com o outro. É análoga ao esperma que, em união com o óvulo, irá criar, em última instância, um ser humano individual.

Netzach também representa os processos involuntários e o lado direito do cérebro, onde o processo criativo acontece. Em resumo, Netzach é o artista, o poeta, o músico, o sonhador e o princípio fertilizador masculino.

No corpo, está relacionada à perna direita e o canal para energia de Netzach é Moisés, porque trouxe a eternidade, a vida eterna, ao universo.

HOD

Hod representa Glória ou Esplendor. Localiza-se na coluna esquerda, abaixo de Geburah, e no corpo humano corresponde à perna esquerda. O canal para nos conectar com a energia de Hod é Aarão, ou Aharon HaCohen.

Análoga ao óvulo na concepção humana, essa Sefirat inicia a materialização do que aconteceu somente em potencial emChesed/Netzach, assim como uma mulher dá à luz o que foi concebido em conjunção com o princípio fertilizador masculino.

Hod permite que a energia repassada de Netzach seja apropriada e aceitável para quem a recebe, sendo responsável por criar um espaço interno para que se possa identificar com o outro e, conseqüentemente, aceitar o outro. Assim como dissemos anteriormente que Netzach é o artista, Hod é o cientista, o lógico, o craque da matemática e o contador.

Sua qualidade espiritual enfatiza a humildade e o reconhecimento. Hod também controla os processos voluntários e atividades do lado esquerdo do cérebro, canalizando a praticidade de Geburah na psique humana.


YESOD

Yesod, ou Fundamento, situa-se como um grande reservatório abaixo das oito Sefirats das quais falamos anteriormente. Todas as Sefirats acima emanam sua inteligência e seus atributos para o vasto vasilhame de Yesod, onde são misturados, equilibrados e preparados para transferência em um esplendor tão radiante, que nenhum mortal poderia sobreviver em sua presença.

O canal para nos conectar com Yesod é Joseph, e no corpo humano essa Sefirat está relacionada aos órgãos sexuais. Metaforicamente falando, Yesod é como uma betoneira, aquele caminhão de cimento, que junta água, areia e todos os componentes em sua forma bruta, os mistura e verte uma mistura úmida que, finalmente, endurecerá e se solidificará como cimento, que é o nosso universo físico, conhecido como Malkuth.

ZEIR ANPIN

Antes de falar sobre a Sefirat de Malkuth, achamos importante explicar o que é Zeir Anpin, que se refere a algumas das Sefirats anteriormente mencionadas.

Os antigos Cabalistas explicam que das dez dimensões existentesseis dimensões em particular (Chesed, Geburah, Tiphereth, Netzach, Hod e Yesod) estão firmemente envolvidas, uma dentro da outra, compactadas em uma dimensão conhecida como Zeir Anpin ou Mundo Superior. Toda a Luz que recebemos em nosso mundo físico vem de Zeir Anpin.

Esta é a dimensão que tocamos quando o telefone toca e já sabemos quem é, mesmo antes de atender. Quando uma mãe desperta repentinamente no meio da noite, suando e com o coração acelerado no mesmo momento em que seu filho escapa de um grave acidente, ela estabeleceu contato com este Mundo Superior.

Quando um cientista grita "Eureka", esse flash de inspiração se originou deste Mundo Superior. Quando você está deitado em uma bela praia, livre de tensões e com aquela gostosa sensação de serenidade, essas emoções emanam desta dimensão. Sempre que você sentiu prazer, felicidade, tranqüilidade, paz interior, e o tipo de confiança de que você poderia conquistar qualquer coisa, você estava tocando Zeir Anpin.

A conexão com esta dimensão é a chave secreta para obter controle e realização genuínos na vida. Mas isso não é fácil de fazer, e para isso os antigos mestres Cabalistas nos deram as ferramentas e os métodos para alcançarmos essas dimensões superiores além de nossas vidas cotidianas, de forma a fazer com que elas causem um profundo impacto em nossas vidas.

Essa é a diferença entre a ciência e a Cabala, pois a Cabala explica por que as leis da natureza existem e também como elas se relacionam e se aplicam à nossa vida pessoal e espiritual, nos ajudando a buscar a realização e a satisfação das necessidades de nossas almas.

MALKUTH

última das Sefirats é MalkuthReino. Ela contém o mundo da fisicalidade e o nível de revelação. É a única das Sefirats onde a matéria física parece existir. É aqui que a mistura "despejada" por Yesod endurece como pedra, adquire estrutura e assume forma física. Em nosso corpo está relacionada aos pés e o canal para Malkuth é o Rei David.

Está também relacionada ao mundo da manifestação, da ação, e tem a ver com nossa existência física; comer, trabalhar, dançar, etc. É nesta dimensão que as divergências na atitude humana significam a diferença entre as vidas individuais. É em Malkuth que ocorre o maior "Desejo de Receber", porque essa dimensão  nosso universo é a que está mais distante da fonte de Luz. Por isso, este nosso reino é onde existe maior sentimento de "falta".

A Cabala explica ainda que, cada um dos dez níveis das Sefirats também contém mais dez níveis, os quais contém mais dez, e assim por diante, infinitamente, como fractais. Essa estrutura atua como um prisma que refrata a Luz em várias freqüências, gerando a diversidade que compõe o espectro inteiro da criação. Toda criatura neste planeta também está imbuída dessa mesma estrutura, e tudo o que existe em nosso mundo físico, se origina no reino não-físico das Sefirats.

Esses Mundos Superiores são os portais através dos quais a energia espiritual flui para nossa dimensão, e podemos alcança-los através de orações, transformação espiritual e meditação.

Texto baseado nos escritos do Rabino Berg. 

Uma curiosidade que nem todo magista observa é que nessa divisão esquemática da Árvore da Vida, pelo traçado das linhas, se formaram 3 grupos de Sefirats: A coluna do CENTRO liga Kether, Tipheret, Yesod e Malkuth, princípios onde estão ambas as polaridades, a masculina e a femininajuntas.

Na coluna da ESQUERDA estão ligadas BimahGeburah, e Hod, que regem o Princípio Feminino.

Na coluna da DIREITA estão ligadas ChokmahChesed e Netzach, regentes do Princípio Masculino.