Por favor, preencha a atmosfera com a vibração sublime dos Santos Nomes:
Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

As Sete manifestações de Deus

SERGIO BENEDITO DA SILVA

As Sete Vibrações Divinas são um fluxo de ondas emitidas por Nos­so Divino Criador que as subdivide através de suas Divindades, “Os Tro­nos de Deus”, a partir da Coroa Di­vina.

Nossos amados e amorosos Ori­xás ocupam, portanto, a partir da Coroa Divina, sua função de regen­tes da natureza, e chegam até nós através de suas vibrações durante todo o tempo.

Vibrações estas que assumem um sentido especial que tanto sus­tenta como energiza permanente­mente tudo o Que Deus emana. (os seres, as criaturas e as espécies).

As Sete vibrações aqui enfo­cadas formam o setenario vibratório e cada uma delas flui em uma faixa ampla, infinita mesmo, alcançando tudo e todos. Cada uma dessas on­das forma a sua tela vibratória e emi­te ou emana seu fator.

Cabe-nos, portanto Clamar ao Nosso Divino Criador que:

Na fé, envolva-nos em suas vi­bra­ções oriundas do Trono Crista­lino do Orixá Oxalá. Permita que se­ja­mos receptivos a esta sua mani­festação Divina sem a qual nada ire­mos realizar, pois nosso destino esta ligado a ela.

No Amor, maior de todos os sen­timentos, que nos chega através do Trono Mineral regido por nossa mãe Oxum das Cachoeiras, que nos une, que sustenta a concepção, a união a caridade, a bondade e a prosperidade em todos os sentidos, pois devemos crescer em comunhão com Deus e dessa forma em acordo com nossa missão.

No conhecimento, com a ema-­nação do Trono Vegetal sus­ten­ta­do por nosso amado Pai Oxossi das matas, que nos impulsiona a bus­ca do aprendizado, da criati­vidade, da versatilidade. Que nos che­ga através das matas, das flo­restas da energia dos vegetais, dos florais.

Na emanação da Justiça Divina do Trono Ígneo do nosso amado Pai Xangô das Pedreiras. Que nos remete à imparcialidade, a reflexão, a moralidade e ao equilibrio. Que sua presença se faça constante entre nós, em nossas vidas, em nossas ati­tu­des para com os nossos seme­lhantes.

Que sejamos sempre obedientes e regidos pela Lei Maior, sob a qual deveremos manifestar todas as nos­sas ações ordenadoras em co­mun­hão com o Trono eólico regido pelo Orixá Ogun. Manifestador dessa vi­bra­ção Divina, que nos emana a leal­da­de, a retidão, o caráter, a tena­ci­­da­de, ao rigor, a combativi­dade, a dire­ção.

Que possamos seguir nossa ca­minhada terrena em harmonia com a Evolução, regida por nosso ama­do Orixá Obaluaiê, Senhor do Trono Te­lurico, a quem suplicamos nos envolva em sua vibração Divina do racionalismo, da flexibilidade, da per­sistência. Que tenhamos saúde men­tal e física, que nossas feridas visíveis e invisíveis sejam consumidas atra­vés do seu amor dedicado a todos nos.

Através do Trono da Geração, cultivemos no oceano de nossa reno­vação, a essência da criação Divina, e que em nossas andanças no plano material, sejamos colhidos nos braços de nossa amada mãe Iemanjá, re­gente dessa divina vibração aquá­tica. Que pratiquemos a geração em todos os sentidos da vida, vibrando em nosso intimo, a criatividade, a multi­plicação, a fartura, e a mater­nidade e, portanto o amor do nosso Divino Criador.

Amém!!!

Esse texto foi baseado no livro “Tratado Geral de Umbanda” do autor Rubens Saraceni - Ed. Madras.