Por favor, preencha a atmosfera com a vibração sublime dos Santos Nomes:
Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Árvore da Vida - Crenças

ÁRVORE DA VIDA – CRENÇAS

Por Vivian Weyrich


A raiz de suas crenças origina e sustenta a vida da sua árvore. Os galhos, as flores, as folhas e frutos que você observa na superfície é apenas um reflexo da fonte mental que está originando tudo. Uma crença raiz é originada pela seiva de pensamentos transitórios que a alimentam de maneira constante. Pensamentos vão se agrupando e dando consistência ao nascimento de novas raízes de crenças e estas alimentam novos galhos e eventos reais no seu mundo exterior.

Por mais que você adquira crenças durante longos períodos, ainda assim, elas são padrões da sua consciência. A consciência é aquela roupa que levamos no espírito enquanto sentimos que ela nos deixa confortáveis, portanto ela é móvel e se ajusta vibracionalmente. Uma criança já nasce com suas crenças inseridas no seu genoma espiritual. Isso não quer dizer que durante a vida ela não possa mudar suas crenças ou adquirir novas através do meio. Em termos de vida física e espiritual tudo é adaptável e reorganizado pela inteligência mental que envolve a consciência e o destino de cada um.

A crença é uma estrutura de poder, ela não só encaminha os eventos para rumos específicos como, também, desenha o seu destino durante uma vida inteira.

O espírito se pega dizendo que se sente bem ao acreditar nisto ou naquilo. Você se sente seguro ao afirmar sua ideologia até o ponto de começar a perceber que seus julgamentos não são exatamente o caminho da felicidade. E então, inteligentemente e naturalmente, você se reconstrói para adaptar as mudanças.

As crenças como estruturas de poder representam suas avaliações interiores, aquela linguagem silenciosa que alimenta o espírito da criança interior e, por sua vez, move a vida. Quando julgamos uma situação de maneira desfavorável, esse julgamento não está caindo em um espaço vazio da lixeira cósmica. Este conceito está desenhando o seu próximo passo e os eventos que vão se originar para provar a si mesmo que você está certo. A vida está disposta a lhe provar, o tempo todo e todo o tempo, que você tem razão.

“Vire o rosto em direção ao sol e as sombras ficarão para trás.”

Jan Goldstein



Alguns julgamentos libertam e outros limitam as possibilidades do seu universo. Por exemplo: “Ela é muito chata!” Este é um julgamento limitador de todas as outras possibilidades mais expansivas. Como controlo isso? Não podemos controlar este tipo de julgamento porque a mente tratará de agigantar a idéia na cabeça, pois tudo que tentamos controlar se propaga. A única solução é o direcionamento e isso exige um trabalho constante. Direcionamos nossa mente para uma postura positiva que se expande com todas as melhores vibrações que giram em torno de uma realização aprazível. Observe que quando você está se divertindo internamente, se sentindo feliz e realizador, é improvável que você se sinta estimulado a julgar. Cada julgamento contém a natureza de uma vibração e essa vibração que emitimos através daquilo que acreditamos volta para a realidade em igual proporção. Trata-se de uma lei inexorável, quer você acredite nela ou não. Não existem eventos aleatórios e muito menos inocentes no papel vitimizado da vida. Os eventos são uma continuação do seu estado de ser consciente que é eterno. A vida diz a si mesmo: “É verdade sobre aquilo que você pensou há três dias...”, Observe este evento!

Não é difícil ser o controlador dos acontecimentos desde que você descubra o caminho das pedras em seu interior. Estando consciente da postura que lhe favorece e das atitudes mentais que estão prejudicando a felicidade, você pode originar novas realidades. A crença é uma idéia que surge na mente e que se estrutura ali até que você perceba que ela lhe faz mal. É preciso estar atento, desperto e vigilante para descobrirmos até mesmo crenças ocultas que estão sabotando a vida nos pequenos detalhes.

Pensamento é energia pura; crença é energia pura condensada. A crença é importante porque ela direciona nossas emoções; sentimos-nos de acordo com aquilo em que acreditamos. No momento em que você afirma algo para si, você está pré-disponibilizando que essa afirmação seja uma verdade no universo e que ela se estruture como crença. E, a partir daí, sua imaginação vai correr pelos ditames dessa estrutura. Você não pode imaginar algo sobre aquilo em que não acredita. Você não pode sentir sobre algo em que não acredita e você não pode gerar acontecimentos sobre o que não acredita. Isso vai contra todas as leis do universo.

Suas crenças possuem vibrações únicas que se propagam sobre todas as energias do universo. Lembre-se, crença nada mais é do que uma afirmação repetida em sua mente que está gerando eventos repetidos. Ela se fixa e cria roteiros de experiências determinadas. As velhas crenças ainda podem prevalecer por bastante tempo, porém a mudança deve acontecer imediatamente em que você compreender que os resultados não estão lhe favorecendo. Para mudar uma realidade você precisa ir ao cerne da crença original que gerou o seu momento atual e modificá-la da maneira que melhor combina com seus novos desejos. Muitas vezes, você deve resgatar crenças ocultas fabricadas em sua infância e modificar a estrutura delas. Quando isso acontece, você passa a emitir uma nova freqüência vibracional e novos caminhos começam ser costurados.

Como posso descobrir uma crença oculta?

Digamos que você acredite e afirme: “Tava muito bom para ser verdade...”, porém, há outra crença que se esconde atrás desta crença inofensivamente enraizada. Talvez seja o fato de você acreditar que a vida é difícil, mas pode haver outra crença que lhe faz acreditar que a vida é difícil – a crença de que você é desafortunado. São crenças ocultas que geram galhos e ramificações de outras crenças estruturadas em sua mente.

Para apagar todas as crenças ocultas, escolha uma afirmação que neutralize a crença raiz e, conseqüentemente, apague todas as ramificações ocultas. Um exemplo: Eu sou afortunado! Embora a exclusão de crenças antigas não seja um processo automático, é preciso que você persista nessa nova crença até que o arquivamento das informações antigas não agüente a pressão da mudança e seja queimado por um incêndio que você mesmo provocou.

Escolha frases curtas. Elas são muito mais facilmente arquivadas em sua consciência e se tornam verdadeiros hinos em sua vida. Essas afirmações somadas à sua imaginação e à emoção que isso lhe provoca farão com que suas inseguranças sejam excluídas. A felicidade é um exercício provocado pelo seu mundo interior e, gradualmente, você será capaz de curar as feridas gravadas na consciência.


Depoimento de alguns leitores do livro Universo em Você:

“Eu resolvi inverter todas as crenças que estavam sabotando a minha vida. Depois de dois casamentos frustrados e meu corpo debilitado, eu percebi que elas (as velhas crenças) nunca me ajudaram em nada: “Homem é fogo!”, “Nada é tão fácil assim...” “Essa cruz eu tenho que carregar...”. Resolvi: Tenho sorte no amor! Eu mereço o melhor! Eu consigo aquilo que quero! E a minha vida começou a mudar; inicialmente, bem sutilmente... Depois, acontecimentos milagrosos começaram a me favorecer!” (Marilena, Rio de Janeiro - RJ).


“Eu costumava acreditar que não era fotogênico e, então resolvi mudar: Sempre fico bem na foto! E não é que eu comecei a ficar bonito nas fotos?! As últimas em que fui fotografado, fiquei ótimo!.” (Fernando, Porto Alegre - RS).


“Eu sou talentoso.” Prefiro nem mencionar no que eu acreditava antes, pois agora eu só consigo acreditar no fato de que Eu sou talentoso! E a vida tem me mostrado que eu realmente sou talentoso!” (Xavier, São Bernardo do Campo – SP).



Você pode até se preocupar com a interação de crenças contraditórias em sua mente, porém essa contradição vai dando lugar à unidade de forma sistemática conforme você for investindo nas afirmações. Tudo é energia eletromagnética e as crenças que carregamos durante uma vida vão se desfazendo diante do calor de uma nova postura. É a persistência que faz com que viremos o jogo do coitadinho que não teve sorte para o afortunado vencedor.

A energia que está em seu centro criador está concentrada em produzir os resultados invocados pela mente consciente que produz as crenças. Acreditar em julgamentos que lhe depreciam ou depreciam os outros é restringir todo o processo de ação. E quando pensamos sobre algo é porque acreditamos e isso vai dando vazão para que outros pensamentos e crenças similares se aproximem para formar um padrão vibracional.

As crenças que não são examinadas continuam sendo acionadas até que você sinta que o mundo está contra você através dos resultados gerados. Quando não investimos em mudanças internas, criamos espaço para os julgamentos mais bobos que colocam a nossa vibração longe da energia divina. Pergunte ao seu Deus interior o que ele acredita sobre você. As respostas serão pinceladas pelos adjetivos mais bonitos; aqueles que, muitas vezes, você chegou a pensar sobre si mesmo, mas não teve coragem de arquivar em seu íntimo...

Rastreie seus pensamentos e observe de onde eles estão se originando. Veja, há um respeito imenso do universo em relação ao que você pensa, sente e acredita. Suas ordens são sempre, plenamente, cumpridas. Aproveite isso! Direcione-se.

Vivian Weyrich