Por favor, preencha a atmosfera com a vibração sublime dos Santos Nomes:
Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

sábado, 27 de outubro de 2007

Encontro com caboclos

Escrito por Victor Rebelo

Encontro com caboclos em hospital

Certa vez, me vi projetado em um hospital, que por intuição, sabia pertencer ao plano astral.

Caminhava por um longo corredor enquanto olhava através das janelas que estavam na parede lateral, à minha direita. Do outro lado, pude observar várias camas; algumas vazias, outras ocupadas. Acho que era uma enfermaria.

Ao chegar no fim do corredor, num tipo de hall, meu coração disparou de emoção. É que neste instante, vi caminhando em minha direção três espíritos que atuam na linha dos caboclos (índios) na corrente umbandista. Eram uma índia velha, uma jovem e um caboclo enorme, com cerca de dois metros de altura e muito forte. Quando os vi, não agüentei de emoção. Corri na direção deles e abracei o caboclo, ao mesmo tempo em que chorava.

Não me lembro do que ocorreu depois. Apenas sei que voltei ao corpo físico e despertei na cama sentindo uma profunda alegria em minha alma.

É muito comum, na literatura espírita, relatos de hospitais extrafísicos. Realmente, eles existem, seja em colônias espirituais ou em regiões trevosas.

Muitos espíritos recém desencarnados não têm condições de perceberem a situação em que se encontram. Não sabem que já abandonaram o corpo físico, e muitos desencarnam em condições tão doentias que precisam de tratamento nos hospitais espirituais.

Sabemos que a mente em desequilíbrio prejudica o corpo astral, também chamado no espiritismo de perispírito. Este, em condições normais, é igual ao corpo físico denso, porém, atua em um plano bem mais sutil. Apesar de ser igual na aparência ao corpo carnal, não possui órgãos. É formado por uma substância extremamente maleável, sendo por isso, muito influenciável pela mente. Ou seja, uma mente desequilibrada prejudica o perispírito, que através dos chacras, envia energias desequilibradas para o duplo etérico que envia (também via chacras) para o corpo físico. Este é o processo de somatização da doença. No caso de um mal de origem física, como uma amputação, por exemplo, muitos espíritos apresentam o membro do corpo astral também amputado. Isso ocorre devido ao condicionamento mental daquele espírito. Ele projeta o problema físico no corpo astral.

Portanto, os hospitais espirituais são necessários para diversos tipos de tratamentos. Tudo nos planos mais sutis, extrafísicos.

Ao reproduzir o texto, favor citar o auto e a fonte