Por favor, preencha a atmosfera com a vibração sublime dos Santos Nomes:
Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

quarta-feira, 7 de março de 2007

Heterosugestões

Heterosugestões
As heterosugestões estão presentes no dia a dia de cada ser humano, podendo tanto conduzir à níveis psicológicos positivos ou negativos.
Nossa mente funciona como um silogismo, determinando que qualquer premissa maior que nosso consciente aceita como verídico se torna a determinante para a conclusão tomada pelo subconsciente, desta forma devemos estabelecer uma premissa maior em nosso pensamento, segundo a qual seremos conduzidos por nossa mente subconsciente, repetindo suas afirmações de forma pausadas, calmamente e banhadas em sentimentos superiores várias vezes ao dia, na certeza que suas impressões residuam-se em nossa mente subconsciente, pois esta aceita sem argumentos e como veracidade todas as impressões que lhe sejam impressas. Isso nos torna aquilo que pensamos no decorrer de todos os nossos dias, e pelo fato de nosso subconsciente estar totalmente aberto à heterosugestões nunca devemos crer que algo está além de nossas possibilidades, mas acreditar que esta tornando-se verídico, em qualquer campo dos fenômenos existenciais.
Devemos impregnar nosso subconsciente com heterosugestões positivas, - "sou jovem, a força flui de meu âmago, sou fruto de um ato de muito amor, tenho compaixão por todos os seres, estou em equilíbrio, harmonia e serenidade, tenho o poder de escolha e escolho o altruísmo, a alegria e a cordialidade. ".
Nossa mente consciente é a "sentinela" protegendo nosso subconsciente das impressões falsas.
Assim sendo podemos conceituar que nossos corpos astrais, mentais e causais tornam-se o templo de nossa verdadeira "psique" e que devemos tornar-nos o vigilante desse nosso próprio templo.
Devemos crer que algo de bom esta acontecendo neste instante. As sugestões e afirmações dos outros não têm poder sobre nós. O único poder é a ação de nosso próprio pensamento, assim temos o poder de escolher nossas próprias reações.
Devemos tomar cuidado com o que dizemos, o subconsciente não sabe distinguir, tornando todas as coisas como verdadeiras.
O uso correto das palavras é muito importante, palavras de urgência podem conduzir ao desespero devido à auto-preservação retirando o centro de gravidade psicológico do caminho da auto-realização e engendrando por inúmeras vezes o medo.
A idolatria pode ser considerada extremamente perigosa, os conteúdos psíquicos de um indivíduo podem engendrar complexos de culpa se heterosugestionado como responsável pelo sofrimento de seu ídolo, ou um complexo de rejeição por uma heterosugestão negativa proveniente deste, a idolatria também pode despertar valores negativos tais como a inveja pelo ídolo e a saga de poder pelo poder ou fama do ídolo.
O ídolo desperta um sinergismo muito grande heresugestionando o subconsciente, devemos compreende-los como representações de valores positivos que devem ser assimilados, uma heterosugestão positiva proveniente daquele que representa o ídolo não retira as oportunidades de auto-realização, ao contrario as edifica, e, sendo o ídolo apenas uma representação não possui o valor negativo do temor da descensão.
O estudo da receptividade psíquica ao trabalharmos com nossos semelhantes é de extrema importância.
Em literatura todo conhecimento deve ser transmutado evitando diferenças ideológicas e muitas verdades devem ser passadas apenas em caráter reservado segundo a índole e a responsabilidade do receptor, e quando passadas, sempre com o intuito de que não adentremos na lei de recorrência de valores negativos aos quais nos vinculamos psicologicamente, seja individual ou social em épocas remotas, de forma a abster o mundo os conflitos em todos os ramos da sociedade. Ceder a crítica construtiva é render-se à sabedoria tornando-nos redentores.
Todo o ser vivo possui a capacidade de aprender por simples confrontação, porém, o homem possui a capacidade de estudar e no estudo deparamo-nos com milhares de heterosugestões.
Ao iniciar um estudo torna-se necessário neutralizar as sugestões negativas com astucia e sabedoria, folheando livros podemos ler dezenas de assuntos que despertam os valores positivos, assim como outros que engendram a inutilidade, o medo, a preocupação, a angústia entre outros que só conduzem à ruína eminente.
Se aceitos pelo estudante, esses pensamentos de medo ou desesperança poderão causar-lhe a perda da vontade de viver, assim como um humilde e sincero estudante pode ver-se atravancado por heterosugestões estagnativas e despertar o abandono à uma obra que poderia ser-lhe de valor auto-realizante não apenas para si, mas para todo o sistema ao qual está vinculado.
Portanto não se deixe influenciar por pensamentos alheios que despertem a desesperança, e, conseqüentemente a má vontade. Saiba que pode rejeitar todas essas sugestões negativas, dando à sua mente subconsciente, hoje mais conhecida como inconsciente, auto sugestões construtivas, neutralizando todos os resíduos psicológicos negativos que possam estar residuados em seu psiquismo, pois o karma também é a lei que rege o mundo dos pensamentos, pois estes se cristalizam e, aos quais nosso destino responde.
Verifique regularmente as sugestões negativas que as pessoas podem ter feito. Não se deixe influenciar pela heterosugestão negativa. Não gere heterosugestões negativas. O seu subconsciente aceita tudo o que sua própria voz impõe, evite falar de doenças, seu subconsciente acaba aceitando como verdade e proporcionando-lhe doenças psicossomáticas, as maiorias são psicossomáticas, reclame apenas em caso de real necessidade.
Não se deixe influenciar por heterosugestões que visam unicamente manter-te em vínculo com aquele que as apresenta, o paraíso ou não é uma exteriorização de nossos próprios valores internos e não depende de aconglomerações grupais.
Você pode crer na imortalidade da alma, na reencarnação, ou não, não importa, um homem não se mede por seus sonhos ou seus conceitos, e sim por suas obras. É melhor despertar a compaixão em uma criança ao invés de stressa-la com a punitividade ou pânico.
Se você olhar para traz, rodando a película de sua vida em seu subconsciente, pode facilmente recordar como seus pais, amigos, parentes, professores e companheiros contribuíram para uma campanha de sugestões negativas que engendraram suas emoções, e devido a mia culpa, ou seja, sem que tomasse em rédeas o próprio ego, muitas dessas emoções se exteriorizaram no mundo dos fenômenos.
Estude as coisas que lhe são sugeridas e descobrirá que muitas sugestões negativas vieram sob a forma de propaganda, cujo objetivo foi controla-lo ou instigar-lhe o medo. A menos que você use a auto sugestão construtiva em uma terapia de reconhecimento, as impressões feitas no passado poderão causar padrões comportamentais responsáveis pelo seu fracasso.
A nossa mente não é voltada para o mal, assim como nenhuma força da natureza, tudo depende de como você utiliza os seus poderes. Usemos nossa mente para resgatar a felicidade, beneficiar e inspirar nossos irmãos humanos, acreditando em nossa capacidade concretizadora, portanto devemos heterosugestionarmo-nos com as eternas verdades e princípios de vida, abandonado temores, ignorância, idolatria e superstição. Não deixando que outros pensem por nós, tornando-nos auto-suficientes no campo das decisões, dessa forma já somos senhores do nosso próprio destino, e escolhemos neste instante a vida, o amor, a saúde e a felicidade, aceitando verdadeiramente com o consciente e deixando que o subconsciente transforme isso em veracidade no campo dos fenômenos existenciais.
Creia na orientação divina, na ação correta e em todas as bênçãos.
Façamo-nos uma observância de todas as heterosugestões negativas que nos chegam ao psiquismo no decorrer de nossas vidas, e perceberemos quantas heterosugestões alheias formaram nossa personalidade devido à nosso grau de inconsciência em aceita-las como verdade.
E no conceito das vidas passadas, no caso dos reencarnacionistas ou terapeutas de regressão, sem adentrar em debates, lembremos que fomos brindados com o esquecimento, portanto a mente humana não está preparada para abrir as portas dos resíduos inconscientes de todas suas vidas passadas o que esmagaria o psiquismo, em outras palavras, uma atitude equivocada e a falta de responsabilidade profissional poderia resultar no resgate de todas as causas aplicadas de todas as vidas anteriores numa reabsorção de seus efeitos a nível puramente psicológico. A não compreensão de si mesmo, e a não aceitação das próprias atitudes conduziriam o indivíduo ao id. ou realidades intrapsíquicas tormentosas cuja saída somente seria conseguida através do trabalho discernente sobre seus próprios resíduos psicológicos então aflorados.
Livremo-nos dos dogmas e falsas crenças impregnados em nosso subconsciente auto-conhecendo-nos.
Finalizando este capítulo reporto-me à um pensamento, que não deixa de ser uma heterosugestão positiva, do príncipe Sidhartha Gautama, filho único do rei Suddhodana e de sua esposa Maha Maya, nascido em Kapilavastu, no sopé do Himalaia, território atual do Nepal aproximadamente a 556 a.C.:

"Sede vós mesmos vossa própria bandeira e vosso próprio refúgio. Não confieis a nenhum refúgio exterior a vós. Apegai-vos fortemente à Verdade. Que ela seja vossa bandeira e vosso refúgio. Aqueles que forem eles próprios sua bandeira e seu refúgio, que não se confiarem a nenhum refúgio exterior a eles, que apegados à Verdade, a tenham como bandeira e refúgio, atingirão a meta suprema.".

É exato que pessoas diferentes reagirão de maneira diferentes à mesma sugestão, devido aos seus condicionamentos ou crenças subconscientes. Devemos então, metaforicamente, edificar nossa casa sobre a rocha, tornando-nos imunes às sugestões negativas à medida que não causem ressonância em nosso subconsciente. Caso contrario, mediante a apresentação do poder envolto geralmente no sobrenatural abrem-se as portas do medo no subconsciente de forma a torna-lo receptivo à sugestões do tipo premonitórias, se o indivíduo abre as portas à essa recepção sugestiva, mesmo que conscientemente descrente, seu subconsciente o faria sucumbir.
Devemos Ter em mente que Deus nos criou por que nos ama e ama a tudo o que criou, se não nos amasse não haveria nos criado, dessa forma por mais heterosugestões negativas que lancem sobre aqueles que não concordam com pontos de vistas alheios ou abandone recintos sectários devido a não afinidades não conduzirá o psiquismo à um temor infundado.




As heterosugestões estão presentes no dia a dia de cada ser humano, podendo tanto conduzir à níveis psicológicos positivos ou negativos.
Nossa mente funciona como um silogismo, determinando que qualquer premissa maior que nosso consciente aceita como verídico se torna a determinante para a conclusão tomada pelo subconsciente, desta forma devemos estabelecer uma premissa maior em nosso pensamento, segundo a qual seremos conduzidos por nossa mente subconsciente, repetindo suas afirmações de forma pausadas, calmamente e banhadas em sentimentos superiores várias vezes ao dia, na certeza que suas impressões residuam-se em nossa mente subconsciente, pois esta aceita sem argumentos e como veracidade todas as impressões que lhe sejam impressas. Isso nos torna aquilo que pensamos no decorrer de todos os nossos dias, e pelo fato de nosso subconsciente estar totalmente aberto à heterosugestões nunca devemos crer que algo está além de nossas possibilidades, mas acreditar que esta tornando-se verídico, em qualquer campo dos fenômenos existenciais.
Devemos impregnar nosso subconsciente com heterosugestões positivas, - "sou jovem, a força flui de meu âmago, sou fruto de um ato de muito amor, tenho compaixão por todos os seres, estou em equilíbrio, harmonia e serenidade, tenho o poder de escolha e escolho o altruísmo, a alegria e a cordialidade. ".
Nossa mente consciente é a "sentinela" protegendo nosso subconsciente das impressões falsas.
Assim sendo podemos conceituar que nossos corpos astrais, mentais e causais tornam-se o templo de nossa verdadeira "psique" e que devemos tornar-nos o vigilante desse nosso próprio templo.
Devemos crer que algo de bom esta acontecendo neste instante. As sugestões e afirmações dos outros não têm poder sobre nós. O único poder é a ação de nosso próprio pensamento, assim temos o poder de escolher nossas próprias reações.
Devemos tomar cuidado com o que dizemos, o subconsciente não sabe distinguir, tornando todas as coisas como verdadeiras.
O uso correto das palavras é muito importante, palavras de urgência podem conduzir ao desespero devido à auto-preservação retirando o centro de gravidade psicológico do caminho da auto-realização e engendrando por inúmeras vezes o medo.
A idolatria pode ser considerada extremamente perigosa, os conteúdos psíquicos de um indivíduo podem engendrar complexos de culpa se heterosugestionado como responsável pelo sofrimento de seu ídolo, ou um complexo de rejeição por uma heterosugestão negativa proveniente deste, a idolatria também pode despertar valores negativos tais como a inveja pelo ídolo e a saga de poder pelo poder ou fama do ídolo.
O ídolo desperta um sinergismo muito grande heresugestionando o subconsciente, devemos compreende-los como representações de valores positivos que devem ser assimilados, uma heterosugestão positiva proveniente daquele que representa o ídolo não retira as oportunidades de auto-realização, ao contrario as edifica, e, sendo o ídolo apenas uma representação não possui o valor negativo do temor da descensão.
O estudo da receptividade psíquica ao trabalharmos com nossos semelhantes é de extrema importância.
Em literatura todo conhecimento deve ser transmutado evitando diferenças ideológicas e muitas verdades devem ser passadas apenas em caráter reservado segundo a índole e a responsabilidade do receptor, e quando passadas, sempre com o intuito de que não adentremos na lei de recorrência de valores negativos aos quais nos vinculamos psicologicamente, seja individual ou social em épocas remotas, de forma a abster o mundo os conflitos em todos os ramos da sociedade. Ceder a crítica construtiva é render-se à sabedoria tornando-nos redentores.
Todo o ser vivo possui a capacidade de aprender por simples confrontação, porém, o homem possui a capacidade de estudar e no estudo deparamo-nos com milhares de heterosugestões.
Ao iniciar um estudo torna-se necessário neutralizar as sugestões negativas com astucia e sabedoria, folheando livros podemos ler dezenas de assuntos que despertam os valores positivos, assim como outros que engendram a inutilidade, o medo, a preocupação, a angústia entre outros que só conduzem à ruína eminente.
Se aceitos pelo estudante, esses pensamentos de medo ou desesperança poderão causar-lhe a perda da vontade de viver, assim como um humilde e sincero estudante pode ver-se atravancado por heterosugestões estagnativas e despertar o abandono à uma obra que poderia ser-lhe de valor auto-realizante não apenas para si, mas para todo o sistema ao qual está vinculado.
Portanto não se deixe influenciar por pensamentos alheios que despertem a desesperança, e, conseqüentemente a má vontade. Saiba que pode rejeitar todas essas sugestões negativas, dando à sua mente subconsciente, hoje mais conhecida como inconsciente, auto sugestões construtivas, neutralizando todos os resíduos psicológicos negativos que possam estar residuados em seu psiquismo, pois o karma também é a lei que rege o mundo dos pensamentos, pois estes se cristalizam e, aos quais nosso destino responde.
Verifique regularmente as sugestões negativas que as pessoas podem ter feito. Não se deixe influenciar pela heterosugestão negativa. Não gere heterosugestões negativas. O seu subconsciente aceita tudo o que sua própria voz impõe, evite falar de doenças, seu subconsciente acaba aceitando como verdade e proporcionando-lhe doenças psicossomáticas, as maiorias são psicossomáticas, reclame apenas em caso de real necessidade.
Não se deixe influenciar por heterosugestões que visam unicamente manter-te em vínculo com aquele que as apresenta, o paraíso ou não é uma exteriorização de nossos próprios valores internos e não depende de aconglomerações grupais.
Você pode crer na imortalidade da alma, na reencarnação, ou não, não importa, um homem não se mede por seus sonhos ou seus conceitos, e sim por suas obras. É melhor despertar a compaixão em uma criança ao invés de stressa-la com a punitividade ou pânico.
Se você olhar para traz, rodando a película de sua vida em seu subconsciente, pode facilmente recordar como seus pais, amigos, parentes, professores e companheiros contribuíram para uma campanha de sugestões negativas que engendraram suas emoções, e devido a mia culpa, ou seja, sem que tomasse em rédeas o próprio ego, muitas dessas emoções se exteriorizaram no mundo dos fenômenos.
Estude as coisas que lhe são sugeridas e descobrirá que muitas sugestões negativas vieram sob a forma de propaganda, cujo objetivo foi controla-lo ou instigar-lhe o medo. A menos que você use a auto sugestão construtiva em uma terapia de reconhecimento, as impressões feitas no passado poderão causar padrões comportamentais responsáveis pelo seu fracasso.
A nossa mente não é voltada para o mal, assim como nenhuma força da natureza, tudo depende de como você utiliza os seus poderes. Usemos nossa mente para resgatar a felicidade, beneficiar e inspirar nossos irmãos humanos, acreditando em nossa capacidade concretizadora, portanto devemos heterosugestionarmo-nos com as eternas verdades e princípios de vida, abandonado temores, ignorância, idolatria e superstição. Não deixando que outros pensem por nós, tornando-nos auto-suficientes no campo das decisões, dessa forma já somos senhores do nosso próprio destino, e escolhemos neste instante a vida, o amor, a saúde e a felicidade, aceitando verdadeiramente com o consciente e deixando que o subconsciente transforme isso em veracidade no campo dos fenômenos existenciais.
Creia na orientação divina, na ação correta e em todas as bênçãos.
Façamo-nos uma observância de todas as heterosugestões negativas que nos chegam ao psiquismo no decorrer de nossas vidas, e perceberemos quantas heterosugestões alheias formaram nossa personalidade devido à nosso grau de inconsciência em aceita-las como verdade.
E no conceito das vidas passadas, no caso dos reencarnacionistas ou terapeutas de regressão, sem adentrar em debates, lembremos que fomos brindados com o esquecimento, portanto a mente humana não está preparada para abrir as portas dos resíduos inconscientes de todas suas vidas passadas o que esmagaria o psiquismo, em outras palavras, uma atitude equivocada e a falta de responsabilidade profissional poderia resultar no resgate de todas as causas aplicadas de todas as vidas anteriores numa reabsorção de seus efeitos a nível puramente psicológico. A não compreensão de si mesmo, e a não aceitação das próprias atitudes conduziriam o indivíduo ao id. ou realidades intrapsíquicas tormentosas cuja saída somente seria conseguida através do trabalho discernente sobre seus próprios resíduos psicológicos então aflorados.
Livremo-nos dos dogmas e falsas crenças impregnados em nosso subconsciente auto-conhecendo-nos.
Finalizando este capítulo reporto-me à um pensamento, que não deixa de ser uma heterosugestão positiva, do príncipe Sidhartha Gautama, filho único do rei Suddhodana e de sua esposa Maha Maya, nascido em Kapilavastu, no sopé do Himalaia, território atual do Nepal aproximadamente a 556 a.C.:

"Sede vós mesmos vossa própria bandeira e vosso próprio refúgio. Não confieis a nenhum refúgio exterior a vós. Apegai-vos fortemente à Verdade. Que ela seja vossa bandeira e vosso refúgio. Aqueles que forem eles próprios sua bandeira e seu refúgio, que não se confiarem a nenhum refúgio exterior a eles, que apegados à Verdade, a tenham como bandeira e refúgio, atingirão a meta suprema.".

É exato que pessoas diferentes reagirão de maneira diferentes à mesma sugestão, devido aos seus condicionamentos ou crenças subconscientes. Devemos então, metaforicamente, edificar nossa casa sobre a rocha, tornando-nos imunes às sugestões negativas à medida que não causem ressonância em nosso subconsciente. Caso contrario, mediante a apresentação do poder envolto geralmente no sobrenatural abrem-se as portas do medo no subconsciente de forma a torna-lo receptivo à sugestões do tipo premonitórias, se o indivíduo abre as portas à essa recepção sugestiva, mesmo que conscientemente descrente, seu subconsciente o faria sucumbir.
Devemos Ter em mente que Deus nos criou por que nos ama e ama a tudo o que criou, se não nos amasse não haveria nos criado, dessa forma por mais heterosugestões negativas que lancem sobre aqueles que não concordam com pontos de vistas alheios ou abandone recintos sectários devido a não afinidades não conduzirá o psiquismo à um temor infundado.

C.W.G.