Por favor, preencha a atmosfera com a vibração sublime dos Santos Nomes:
Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

terça-feira, 11 de setembro de 2007

Oferendas Ritualísticas

As oferendas ritualísticas na Umbanda são utilizadas como
sustentáculos físicos para trabalhos magísticos, onde as entidades
espirituais aurem a energia proveniente dos elementos da natureza (
flores, frutas, etc... ), e transmutam essa energia em emanações
positivas que re-energizam e reequilibram o aura do ofertante.
É óbvio que as entidades espirituais não comem os elementos da
oferenda, elas absorvem sua contra-parte astral, e esse processo gera
uma desnaturação desses elementos no plano físico, ou seja, se
colocarmos uma cumbuca com aguardente de cana ( marafo ), ele se
volatilizará.
Citamos o marafo, que é utilizado constantemente por Exus e seus sub-
planos, a fim de amortizar cargas oriundas do baixo astral, bem como,
para carrear determinadas forças.
Dependendo da finalidade do trabalho, a energia proveniente da
oferenda pode ser direcionada para atingir objetivos diversos, que em
síntese podem ser classificados como : agregação ou desagregação de
forças.
Para direcionar essa energia, as entidades de Umbanda utilizam sinais
riscados, lei de Pemba, que abalam o astral e possuem sintonia com
determinadas classes de entidades.
As oferendas são portanto, ângulos fundamentais da magia e podem ser
utilizadas tanto para o bem como para o mal, na dependência das
intenções do ofertante. Lembremos que a lei do Karma é implacável, e
o que fizermos a nós mesmos e aos outros refletirá profundamente em
nossa vida presente e futura, é a lei : " Quem deve paga e quem
merece recebe ", portanto....
Enfim, ofertamos o que queremos receber, ou seja, se ofertarmos
incenso, flores e frutas, receberemos seus benefícios, e se
ofertarmos a agonia de um animal sacrificado, não receberemos boas
vibrações mas é claro que a intenção conta muito, por exemplo, nossos
ancestrais africanos faziam uso do sacrifício de animais baseados no
seguinte pensamento: " como você irá morrer, leve nossos pedidos aos
Orixás que te acolherão" ; Então eles sacrificavam os animais
retiravam os axés ( vísceras ) para as oferendas e comiam o restante
da carne. Concluindo lembrem-se que a maioria de nós come carne
então, não podemos julgar pois até o velho testamento da Bíblia
contém muitas referências a sacrifícios e o próprio Cristo como
cordeiro divino ofereceu seu corpo em sacrifício para nos livrar de
nosso pecados.
Autoria Desconhecida