Por favor, preencha a atmosfera com a vibração sublime dos Santos Nomes:
Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Signos e Mães

ÁRIES

- Não é a mãe que vai falar com a criança imitando bichinho, balcuciando carinhosamente palavras de ninar. Não é assim que manifesta seu instinto protetor, mas defende ferozmente, ao menor sinal de ameaça, aquele
por quem se sente totalmente responsável. Troca os afagos por incentivo, ouve pouco e soluciona muito quando um problema surge, prepara para a vida e para isso é preciso valorizar a coragem, a independência, a competitividade e o espírito de luta. E é o que faz. Detesta cenas, não suporta qualquer coisa parecida com fraqueza e, diante de qualquer obstáculo, o conselho será :
"olhe para cima e siga em frente".

TOURO

- Inspira confiança no olhar; serena, tranqüila, teimosa e determinada, vê tudo com naturalidade e respeita o tempo da criança. Raramente perde a paciência, mas é bom não subestimar suas opiniões porque apega-se a elas e não se deixa convencer por nada que contrarie o que acha importante. Nada é sofisticado, na realidade, quanto mais simples, melhor. Diante do problema, da dor, da preocupação, não importa, está ali, deixando que tudo se acalme por si só. Não entra na ansiedade de ninguém... Os conselhos que der têm sempre a ver com a segurança. A espontaneidade com que trata o filho não exclui o forte sentimento de posse; o humor é estável, o comportamento previsível, oferece certezas e parece que uma de suas metas é descomplicar tudo. Afetiva e sensível, gosta do toque, mas sob a aparência de permanente calma há alguém que sabe e que faz o que quer.

GÊMEOS

- É melhor amiga do que mãe. O filho ativa seu lado infantil, alegre, disponível para o que surgir. Incentiva a mesma liberdade e independência que busca para si e é capaz de competir com a criança em diversas situações
porque iguala-se a ela. Nada tem de possessiva e vai facilitar os encontros com amiguinhos quando pequena, o acompanhamento mais tarde, o intercâmbio cultural na adolescência. É a esperteza e a rapidez com que resolve os problemas que receberão elogios. É o bom desempenho escolar o maior motivo de orgulho; não dirá "não" a um pedido de um livro, de um curso, de uma revista, de qualquer coisa que proporcione conhecimento. Atualizada, tem sempre papo que os filhos - e os amigos deles - entendem. Espera que entendam suas explicações - mesmo que a idade seja de dois anos.

CÂNCER

- É, talvez, a que mais se apega aos filhos; proteção, cuidados, ciúme, apego, tudo em grandes doses, mais a presença constante e uma eterna disponibilidade, tornam-na extremamente poderosa e influente na vida deles. Incentiva a busca da segurança - de todos os tipos, mas não a da independência. Forte e determinada, não se sente bem sem oferecer um alicerce seguro diretamente relacionado a bens materiais. Pode se envolver demais com os que estão sob os seus cuidados e, freqüentemente, o papel de mãe supera e faz esquecê-la de outros, tão importantes quanto. O humor instável precisa ser interpretado sem que diga uma só palavra e magoa-se com tanta facilidade que muitos perdem a espontaneidade ao seu lado. Adivinha o que o filho pensa.

LEÃO

- A palavra orgulho faz todo sentido aqui; tem ou quer tê-lo em relação aos filhos e exibi-los é algo que faz com naturalidade e altivez ao mesmo tempo. Protetora, confiável e presente, prepara-os para que ocupem um lugar especial no mundo, sem que tirem o seu espaço. Vê-os como a expressão máxima de sua criatividade, mas não abre mão da sua identidade em nome deles: nunca
é a mãe de alguém, é ela mesmo. Quer tê-los por perto, mas independentes ao mesmo tempo. Não aceita facilmente o fato, mas é impositiva e não gosta de ter seus pontos de vista questionados. A eterna criança que tem dentro de si aproxima-a dos filhos; irradia alegria e entusiasmo, mas pode limitar um pouco o espaço deles.

VIRGEM

- É eficiente, a que administra os seus afazeres sem se descuidar de suas responsabilidades de mãe - nunca. Ensina o filho a lidar com as questões básicas de sobrevivência desde muito cedo. Este precisará ter um planejamento de tudo o que faz para se entender bem com ela. Não tem muita paciência com o que sai errado e há uma cobrança implícita em muito do que diz. Arrumações e horários são exigidos com naturalidade, mas é sempre disponível e dificilmente diz ou consegue manter um "não". Incentiva o desenvolvimento intelectual de todas as formas e não se incomoda de abrir mão de interesses pessoais se achar que isso fará bem ao filho. Prática, trata de tudo com naturalidade e ensina que a rotina é algo desejável e estabilizador ao mesmo tempo. Muito afetiva, pode ser pouco espontânea ao manifestar o que sente.

LIBRA

- Muitos podem achar que suas reações são frias demais diante de um problema dos filhos, mas é que a razão e a lógica chegam antes dos sentimentos. Orienta e ajuda na resolução dele e só depois vai se dar conta do que sentiu. E é através da palavra e do bom senso que espera ser entendida. Vão aprender cedo com ela a combinar cores, a ter bons modos em qualquer lugar, a retribuir gentilezas, a apreciar o belo, não o belo da natureza, mas o criado pelo homem. E vão aprender a ser justos, conciliadores, a ver e respeitar os pontos de vista dos outros. Apazigua desentendimentos e a harmonia é tão valorizada que a espontaneidade pode ficar em segundo plano. Ponderada, opina, é participante e excelente interlocutora.

ESCORPIÃO

- Intensamente emotiva, envolvente, forte, determinada, desce cedo os filhos sabem que podem contar com ela, mas não podem se acovardar diante
de nada... A comunicação é feita mais pelos sentimentos do que pelas palavras e, em muitos momentos, o limite entre a identidade dela e a dos filhos é tênue demais. Talvez participe muito, talvez ache que nunca dá o suficiente. Fala sobre, mas não incentiva a independência deles. Parece incoerência, mas incentiva a liberdade e quer ter controle sobre ela ao mesmo tempo. A ligação com eles supera todas as outras e o sentimento de proteção é imenso; interfere nas escolhas que fazem, mas nunca é ausente. Sua presença é sentida à distância.

SAGITÁRIO

- É a mãe companheira que faz e acha graça nos programas com os filhos; curte tanto quanto eles. Propicia tudo o que possa ampliar o conhecimento e o contato com a natureza sempre vai ser visto como
estimulante. Jovial, curiosa, eterna aprendiz, tem sempre um assunto para manter uma conversa interessante. Preserva a liberdade pessoal e, provavelmente, estará sempre ocupada com suas próprias atividades - os
cursos, as aulas e as viagens têm papel importante aí.
Irá a todas as competições esportivas, participará de todos os roteiros de viagens que fizerem, terá interesse especial pelo rendimento escolar. E quando um problema surgir?
O otimismo encontra a solução... E será que merece tanta
atenção o que vai ser rapidamente solucionado?

CAPRICÓRNIO

- O que é certo e errado será ensinado logo cedo. E o que é isso? É tudo o que tem a ver com as normas que todos seguem, com os valores que a
família transmite, com um código, escrito ou não, que reproduz o que provou funcionar e que é aceito e respeitado. Responsabilidades, deveres e obrigações, respeito aos mais velhos e à tradição serão incentivados sempre, cobrados constantemente. Amadurece-se mais cedo com ela. Protetora, mas econômica nos elogios, é alguém com quem se pode contar; a jovialidade se
esconde sob uma capa de austeridade, mas é intensamente emotiva, só que emoção vem depois de tudo devidamente cumprido. O desejo é de que os filhos
construam a própria segurança e qualquer questionamento ou ato de rebeldia tem tempo certo para acabar.

AQUÁRIO

- Não são as convenções que interessam; incentiva o questionamentos dos filhos, aprova quando contestam qualquer coisa parecida com autoridade e
vai lutar ao lado deles ao menor sinal de injustiça.
Valoriza os posicionamentos pessoais, o desejo de independência, respeita os direitos deles, mas são melhores amigas que mães. Conversam sobre tudo e o que é alvo de preconceito é discutido com naturalidade.
A proximidade física perde para um papo estimulante. .. Não fale com uma mãe aquariana em tom lamurioso, não
faça nada semelhante a uma chantagem, não se coloque frente a ela de forma submissa nem faça o papel de vítima. Vai afastá-la. Não sabe dizer "não", mas é menos maleável do que parece.


PEIXES

- É a mãe compreensiva, que tem dificuldades em colocar limites, emotiva, sensível, carinhosa, presente e ausente ao mesmo tempo. Parece estar em outra sintonia com certa frequência... Coloca-se no lugar do filho quando
este tem um problema ou quando não consegue algo que quer muito e acaba vendo o mundo pelos seus olhos.
Pode não oferecer uma ajuda efetiva em momentos
difíceis porque a emoção nubla suas decisões. Regras?
Há poucas. Horários? Também, porque não vê importância em nada muito rígido e talvez a organização não vá ser aprendida com ela. Despoja-se, dá-se de forma incondicional, coloca os interesses dos filhos sempre antes dos seus. Se falta firmeza em muitos momentos, sobra disponibilidade. Não é preciso falar... ela capta tudo.
Flickr agora em português. Você clica, todo mundo vê. Saiba mais.
Flickr agora em português. Você clica, todo mundo vê. Saiba mais.