Por favor, preencha a atmosfera com a vibração sublime dos Santos Nomes:
Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

quinta-feira, 28 de junho de 2007


A IMPORTÂNCIA DO SONHO E DOS SONHOS

Enviado por: "Dalton Roque" daltonroque@yahoo.com.br daltonroque

Qua, 27 de Jun de 2007 7:58 am

A IMPORTÂNCIA DO SONHO E DOS SONHOS
Postado por: Admin em Terça, 03 de Maio de 2005 às 16:45
www.ippb.org.br
http://www.ippb.org.br/modules.php?
op=modload&name=News&file=article&sid=3874

É importante que tenhamos um sono tranqüilo, para que possamos
transformar nossos sonhos em fonte de ensinamentos e comunicação.

Marco Túlio Michalick
marcomichalick@bol.com.br

É no momento do sono que nosso espírito se desprende do corpo
físico, permanecendo liga o por um cordão fluídico, e assume suas
capacidades espirituais.Como está descrito no Evangelho Segundo o
Espiritismo, "o sono foi dado ao homem para a reposição das forças
orgânicas e morais. Enquanto o corpo recupera as energia que perdeu
pela atividade no dia anterior, o espírito vai se fortalecer entre
outros espíritos".

Por isso a importância de termos uma conduta moral aplicada, com as
companhias, leituras e músicas. Nossas companhias do dia serão as da
noite, ou seja, o nosso pensamento vai atrair espíritos encarnados
ou desencarnados que tenham a mesma sintonia que a nossa.

Há diversos estudos sobre os sonhos na parapsicologia, tentando
desvendar esse enigma que nos afeta sempre que acordamos na intenção
de decifrarmos algo que às vezes é um sinal, outras vezes não passa
de meras imagens sem significado. Antigamente, os sonhos eram
considerados visões proféticas e reveladoras do futuro, onde homens
entravam em contato com deuses e demônios. Muitas vezes, suas
interpretações ligavam-se a superstições, numerologia, crendices,
astrologia, entre outros.

Ainda hoje, pessoas aproveitam da ignorância dos homens sobre o
assunto e ganham dinheiro fácil na interpretação dos sonhos de quem
as procura com o intuito de decifrá-los. Assim, tornam-se
vulneráveis nas mãos de gente insensata ou espíritos zombeteiros,
levianos e obsessores

É através dos sonhos que temos contato com amigos, parentes,
instrutores e desafetos. Dessa forma, precisamos aproveitar o máximo
para podermos ser esclarecidos sobre as dificuldades que estamos
passando. É através dessa conversa que teremos com esses espíritos
afins que poderemos, no dia seguinte, estarmos aptos a tomar
decisões mais precisas. Mesmo não lembrando do sonho na maioria das
vezes, através de uma visão, uma frase ou uma conversa, podemos
lembrar de algo que nos foi elucidado durante o sonho e, assim,
podermos tomar a decisão correta.

OS TIPOS DE SONHOS

Martins Peralva, em seu livro Estudando a Mediunidade, capítulo
XVII, descreve que há três tipos de sonhos: comuns, reflexivos e
espíritas. Conforme o livro citado, os sonhos comuns são "aqueles em
que nosso espírito, desligando-se parcialmente do corpo, vê-se
envolvido e dominado pela onda de imagens e pensamentos seus e do
mundo exterior, uma vez que vivemos num misterioso turbilhão das
mais desencontradas idéias". Como sonhos reflexivos "categorizamos
aqueles em que a alma, abandonando o corpo físico, registra as
impressões e imagens arquivadas no subconsciente e plasmadas na
organização perispiritual". Já nos sonhos espíritas, "a alma,
desprendida do corpo, exerce atividade real e afetiva, facultando
meios de nos encontrarmos com parentes, amigos, instrutores e,
também, com nossos inimigos, desta e de outras vidas". O autor
destaca ainda que "não podia o Espiritismo fugir a esse imperativo,
eis que as manifestações oníricas têm acentuada importância em nossa
vida de relação, uma vez que os chamados ´sonhos espíritas´
resultam, via de regra, das nossas próprias disposições, exercidas e
cultivadas no estado de vigília".

No livro Nova Ordem de Jesus, ditado pelo apóstolo Thomé e
psicografado por Diamantino Coelho Fernandes, é dito a todo instante
a importância de, ao deitarmos, orarmos e meditarmos. São citados no
livro reuniões da espiritualidade, em especial de Jesus, pelas
quais, através do sonho, Ele mantém reuniões constantes com vários
dirigentes terrenos responsáveis pelo governo de várias nações, com
a intenção deles se entenderem espiritualmente e, posteriormente,
acertarem os passos para a manutenção da paz, consolidando a
harmonia entre os povos terrenos para que o planeta ingressasse no
próximo século com suas populações em absoluto regime de paz e
tranqüilidade.

O sono deve ser tranqüilo e, por isso, devemos fazer a oração com o
coração e não aquela mecânica. A meditação serve para fazermos uma
auto-análise do nosso dia-a-dia, mas sem nos punirmos de algo que
efetuamos erroneamente, pois, dessa forma, estaremos nos
martirizando e essa não é a intenção.

VIAGEM FORA DO CORPO

Se soubermos aproveitar nosso sono, podemos fazer coisas incríveis,
como trabalhar e estudar. Na edição n° 11 da Revista Cristã de
Espiritismo, Reynaldo Leite disse em sua entrevista: "nas poucas
horas que durmo, meu corpo fica repousando e vou para o mundo
espiritual, estou fazendo cursos". Quando foi indagado se recordava
nitidamente das passagens desses cursos, ele respondeu: "Muita coisa
sim, outras ficam em meu subconsciente para que oportunamente,
falando ao público, o meu espírito possa buscar melhores
explicações".

É claro que o aproveitamento desses momentos depende da evolução e
interesse de cada um. Em Missionários da Luz, André Luiz narra o
exemplo de uma escola no plano espiritual onde havia cerca de 300
alunos encarnados matriculados, mas com um comparecimento constante
de apenas 32 deles. Informa que a lembrança do aprendizado variava
de alma para alma e de acordo com o estado evolutivo que lhe é
próprio.

Em O Livro dos Médiuns, Allan Kardec destaca o seguinte sobre os
sonhos: "As mais comuns manifestações aparentes ocorrem no sono,
pelos sonhos: são as visões. Não pode entrar em nosso plano examinar
todas as particularidades que os sonhos podem apresentar. Resumimo-
nos dizendo que eles podem ser: uma visão atual de coisas presentes
ou ausentes; uma visão retrospectiva do passado e, em alguns casos
excepcionais, um pressentimento do futuro".

Até mesmo para evitar o aborto o sono tem um papel importante, pois
é através dele que os futuros pais são levados ao Departamento da
Reencarnação, onde é elucidado que o compromisso reencarnatório deve
ser cumprido. Nesses encontros, o espírito reencarnante é
apresentado e, muitas vezes, é conhecido de outras vidas. Luiz
Sérgio descreve muito bem esse assunto no livro Deixe-me Viver. Como
temos o livre arbítrio, cabe a nós a decisão final de praticarmos ou
não o aborto.

Como sabemos, o homem dorme aproximadamente um terço de sua vida
terrena. Por isto, devemos nos esforçar para dormir bem,
aproveitando esses momentos sublimes para termos contato com
espíritos afins, podermos trocar idéias, visitar-s mos outras
esferas, estudarmos e trabalharmos. Não devemos esquecer jamais da
importância da oração e meditação ao deitarmos, para termos um sono
tranqüilo.

Gostaria de terminar com uma oração do Evangelho Segundo o
Espiritismo: "Minha alma vai se encontrar por instantes com outros
espíritos. Que aqueles que são bons venham me ajudar com seus
conselhos. Meu anjo guardião, fazei com que, ao despertar, eu
conserve uma durável e salutar impressão desse convívio".

Para saber mais sobre o sono e os sonhos, leia O Livro dos
Espíritos, questões 403 a 405.