Por favor, preencha a atmosfera com a vibração sublime dos Santos Nomes:
Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Xamanismo

Xamanismo

Os xamãs homens e mulheres iluminados dos sistemas tribais, conhecidos também como Pajés, Caciques, Curandeiros, ensinam o caminho da saúde, felicidade e o contentamento dentro das suas culturas.
No xamanismo Norte-Americano, quatro são as atitudes e caminhos que conduzem ao contentamento se forem estimuladas, pois elas já existem dentro de nós.
É como se tivéssemos quatro guardiões, ou personagens no nosso interior, que quando os evocamos, cada um traz uma força particular, algo como anjos protetores, ou Santo padroeiro. As energias são do guerreiro, curador, visionário e mestre.

1º Atitude do Guerreiro

É a capacidade de perseguirmos ideais, é a força de nossa alma, daquilo que sou, é o estar presente.

O guerreiro na tradição indí gena, tem a capacidade de contentamento e respeito à todos os seres vivos, pessoas ou não. A própria palavra respeito vem do latim Respicere que significa disposição de olhar outra vez, com tolerância. O guerreiro sem julgar, trabalha com a capacidade de dizer não (você diz não quando precisa?) e usa corretamente os seus 3 poderes:

O primeiro poder é o da presença, seja a presença da mente, fí sica e a presença de alma.

O segundo poder é o da comunicação. Falar sempre a verdade e não falar palavras que envolvam intolerância e fofocas.

O terceiro poder é o posicionamento, saber onde colocar sua energia. Quando o guerreiro está sentindo que já está perdendo energia, ele adquiri um chocalho ou maracá e faz uma dança passando o mesmo em volta de todo o corpo, porque nas tradições indí genas, a pessoa que perde o poder esta perdendo a identidade e o chocalho traria-a de volta. Chocalho que imita o barulho da chuva e que representaria uma limpeza, uma purificação.

O guerreiro também quando perde o seu poder procura meditar em animais, sempre são autênticos, verdadeiros, vivem do aqui o agora. O guerreiro medita no animal de poder, que pode ser um animal que goste, ou algumas vezes sonha com esse animal, descobrir as caracterí sticas, o que ele representa para ele.

O guerreiro reserva um tempo para estar só e em contato com a natureza.

Ensinam os xamãs: Quando houver muito a fazer, não tenha medo. Quando nada houver a fazer, não se precipite, não fale sobre opiniões do certo e do errado.

2º Atitude – Curador

É o caminho do coração, sentimento.Coração pleno, aberto, lí mpido e forte.

O curador se relaciona com os outros, usando o reconhecimento, valor, aceitação e consideração. Tem sentimentos de gratidão pelas suas forças, por suas caracterí sticas pessoais, pelo jeito que é.

O curador existe em todos nós. Quando reconhecemos uma erva, o momento certo de contatar a natureza e até mesmo, o momento de consultar um médico, tomar um remédio, etc. Quando nosso coração está fechado e sem amor nosso curador está desaparecido, sem contato.

Jeanie Achterberg, escreve sobre o caminho do curador:

- Nosso curador nos lembra do nosso ví nculo com o nosso planeta e a interdependência com todos seres vivos.
- Curar é vencer os medos
- Curar é abrir o que está fechado
- Curar é experimentar o divino em tudo e todos
- Curar é a criatividade e a tolerância
- Curar é expressar o que têm e o que se é na plenitude, a tua luz e tua sombra
- Curar é confiar na vida

O curador se conecta com a cura na meditação deitada, no relaxamento, no repouso do coração.

“ Quando o coração repousa, vê festa em tudo”
“Ditado Índigena”

3º Atitude: Sonhador ou Visionário

É o caminho da verdade e do não julgamento. O poder da prece e a visualização do futuro. O sonhador sonha e faz suas orações e mentalizações, para si e para o planeta: Os visionários sabem que cada pessoa tem a sua própria verdade portanto quando fala à sua verdade o faz sem imposição, sem julgamento e com autenticidade.

O visionário perde sua alma e seu contentamento quando:

1- Finge ser outra pessoa para agradar aos outros, para receber carinho e aprovação.

2- Foge da própria sombra e de aspectos da vida interior ou exterior que devem ser percebidos.

3- Renuncia a si mesmo por timidez ou vergonha de algo o que faria passar por uma pessoa de “coração fraco”

O visionário recupera a alma quando caminha meditando (tema estudado em outro capí tulo) e quando escuta com atenção suas músicas de poder.
Quais músicas te põem em contato com teu coração?

4º Atitude: O mestre

Clareza, objetividade, discernimento e flexibilidade. Esses são os caminhos do mestre.

Ter confiança nas incertezas da vida e saber que terá fatalmente que passar por perdas e que quando consciente delas se vive mais feliz:

Perda de propósito de vida
Perda de pessoas
Perda de controle
Perda de valores materiais
Perda de certezas e conseqüentemente surgimento de confusão na vida. (momento de parar de agir)
Baseado em Harrison Owen que nos ensina uma meditação muito iluminada sobre a questão do apego, adaptei o texto abaixo:

•Se tem alguém hoje na tua vida é essa a pessoa certa. As que ficam para trás não são as
pessoas certas.

•No momento que você inicia algo é esse o momento certo e não no passado e nem no
futuro.

•O que acontece na tua vida é a única coisa que poderia ter acontecido.

•Quando algo acaba, acabou e isso é agora a coisa certa.

Se você quiser mais informações de como trilhar o caminho Quádruplo (Guerreiro, Mestre, curador e visionário) leia o trabalho magní fico “O Caminho Quádruplo” de Angeles Arrien. Ed. Agora.

Medite um pouco sobre seus elementos: curador, sonhador, mestre e guerreiro.

Reflexão

Sou curador quando?
Sou guerreiro quando?
Sou visionário quando?
Sou mestre quando?



http://br.groups.yahoo.com/group/luznocaminho/