Por favor, preencha a atmosfera com a vibração sublime dos Santos Nomes:
Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

domingo, 24 de abril de 2011

O SER DESPERTO

O ser desperto é aquele que conseguiu transcender toda a dualidade e enxerga o universo como a perfeição da unidade. Este despertar ocorre quando o chacra do coração tem sua abertura completa e irradiamos o amor e beatitude da conexão com Deus. A partir deste estado sublimado, nosso autoconhecimento nos permite dominar conscientemente as energias sutis, e transmutar todas as vibrações inferiores, do materialismo, dos excessos sexuais, dos desejos e apegos do ego. Estas energias transmutadas pelo poder do amor incondicional tornam-se a principal energia para tarefas de cura e esclarecimento. O amor é a verdadeira fonte do universo, da vida, portanto está presente até mesmo nas energias mais densas, apenas obscurecido pela inconsciência de sua presença.
O ser desperto consegue observar o amor como elemento que permeia todas as realidades. Consciente de sua condição evolutiva, vivenciando a completa neutralidade, o desperto entrega-se completamente ao serviço do amor, pois sabe que sua libertação final será a conseqüência de ações desinteressadas, baseadas nos verdadeiros princípios de fraternalismo e cosmoética.
O amor transcende todos os limites, todas as condições, todas as turbulências, todas as mudanças e transformações. O amor é a nossa verdadeira essência, nosso verdadeiro SER. Por isso Jesus Cristo nos deixou seus maiores mandamentos, amar a Deus (SER) acima de todas as coisas, e amar ao próximo como ele nos amou. Estes ensinamentos refletem o caminho, a verdade e a vida, e quando entendemos esta verdade universal estamos prontos para nos entregar ao plano divino e a vontade maior, que é o amor que Deus emana à toda a criação.
Precisamos aprender cada vez mais a enxergar este amor eterno e compreender com discernimento que todas as dores e sofrimentos, são causados pela ilusão que a desconexão com a percepção deste amor ocasiona. Quando compreendemos isso acabam as buscas, as incoerências, as ansiedades, os conflitos, as confusões e ilusões. Quando nos entregamos ao Cristo, vivemos a unidade do amor com Deus e toda a realidade manifesta. Este é o caminho, a verdade e a vida, O Cristo, o amor incondicional.
Incentivamos a autopesquisa e o despertar coletivo. Como seres informados deste conhecimento, devemos assumir o compromisso de transcender a dualidade, e realizar as mudanças necessárias para SER desperto.
O SER é o Supremo Estado de Realização, o contato verdadeiro com a Consciência eterna que somos, a manifestação divina do CRISTO, o filho único de Deus. Esta Consciência unitária, crística, habita em todos os seres e realidades, e permanece muitas vezes oculta pela ignorância das leis divinas. A partir do momento que somos iluminados com o conhecimento divino, devemos agir instantaneamente de acordo com o propósito de amor e praticar todo o conhecimento recebido. Assim aumentamos nossa chama interna de sabedoria, e aprendemos a neutralizar conscientemente todos os efeitos da dualidade. Esta é uma chave fundamental para a concretização do plano do despertar coletivo. Devemos colaborar conscientemente para a evolução da humanidade, com a finalidade de estar cada vez mais feliz e realizado, por cumprir sua parte na manifestação da vida.
Segundo muitos estudiosos o que caracteriza um SER deserto é sua completa consciência sobre seu estado multidimensional, e seu controle sobre os veículos de manifestação. Neste caso considera-se quem um desperto é capaz de realizar a projeção de consciência contínua sempre que tiver vontade ou for necessário. Esta projeção é a mesma que ocorre durante o sono, porém é chamada de consciência contínua, pois é feita totalmente consciente, através da vontade e intencionalidade.
Esta projeção de consciência contínua é a principal ferramenta dos yogues crísticos que entram em meditação profunda e visitam diversas dimensões conscienciais ao mesmo tempo. Na capacidade suprema de um SER desperto ele pode se tornar um Mestre Ascenso que realizou a completa transmutação da matéria e assumiu o comando consciente dos elementais físicos e cósmicos, da matéria e anti-matéria, livres por toda a eternidade da dualidada. Nesta ascensão ocorre a completa transcedência e domínio das leis materiais e libertação do ciclo de encarnações.

Fonte: Livro Chaves do Despertar - Manifestando os sete raios (Mautama Krishnarabi)