Por favor, preencha a atmosfera com a vibração sublime dos Santos Nomes:
Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

quinta-feira, 12 de julho de 2007

A CORUJA E O CORVO

As coisas podem não ter muito sentido
Mas todas as nossas coisas são sentidas
É o sentido mais exato
É a razão mais abstrata
O verdadeiro sentido para eu e você

E se formos buscar o sentido de tudo
Perdemos o tempo do sentir
Deixamos de lado a vida
E então percebemos
Que a vida ficou sem sentido também

Por que não apenas sentir?
Por que não apenas viver?
Por que sempre temer?
Por que sempre buscar um sentido
Para então poder sentir?
Seria a razão mais importante que o coração?

Não tem sentido o sentir
Porque primeiro vem o sentir
Para então tudo ter sentido

Sinto que não há razão em tentar te explicar
Posso então apenas sentir?

As coisas podem não ter muito sentido
Mas tudo o que sinto por ti
É verdadeiramente sentido
E eu sinto muito por você não ver
Que o que eu sinto
Também faz sentido p’ra você.

(A CORUJA E O CORVO - Uma História de AMOR®, Lydia Gomes de Arddhu e Brigit. Todos os direitos reservados)