Por favor, preencha a atmosfera com a vibração sublime dos Santos Nomes:
Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

terça-feira, 24 de julho de 2007

A Água Benta de Márcio Bontempo - 1994

Quando a medicina acadêmica atual ainda engatinhava , o corpo humano era visto como uma intricada maquina análoga àquela constituída por engrenagens , bombas , pistões , etc Esse modelo mecanicista , hoje em desintegração , era considerado o único modelo aceitável e representa o que havia de mais avançado em matéria de ciência.

Grande parte da medicina antiga baseava-se no chamado "consenso médico". Todos os modelos ou a filosofia de tratamento que se tornassem aceitos pelo establishment médico , eram tidos como uma espécie de evangelho e mantidos como verdades imutáveis pelos seus adeptos . Diversos tratamentos , incluindo o uso de sangrias , laxantes , catárticos e até mesmo sanguessugas , já estiveram em voga como recursos "oficiais" . Apesar da evolução tecnológica e do pensamento cientifico ter se tornado mais sofisticado , a filosofia da medicina moderna é bem semelhante à antiga , pois permanece o ponto de vista segundo o qual o corpo humano é somente um mecanismo físico . A diferença é que "as engrenagens e correias" estão se tornando progressivamente menores e adquirem funções cada vez mais amplas .

O tratamento das doenças baseava-se na aplicação de poções, misturas complicadas , cataplasma e métodos cirúrgicos que se tornavam consagrados . Ocasionalmente , faziam-se tentativas pioneiras de experimentar coisas novas . Na maioria das vezes, esses médicos que experiementavam tratamentos diferentes , ou não ortodoxos , eram considerados charlatães pelos seus colegas . Este fato aconteceu com a descoberta do microscópio, que acabou mais tarde forçando os médicos relutantes a aceitarem as evidencias mostradas por Lister e outros
pensadors pioneiros que afirmavam serem "germes invisíveis" a causa dos males.

Quando as pesquisas confirmaram a veracidade dos fatos , esses cientistas , antes tidos como charlatães ( Lister, Pasteur e outros ) acabaram sendo elevados à condição de heróis da humanidade. Para muitos médicos , o conceito de influencias deletérias invisíveis era difícil de compreender e a incapacidade de acreditare que os germes podiam causar doenças contribuiu para a ocorrência de muitas mortes , muito sofrimento , e retardar o progresso da medicina , principalmente por dificultar a melhora das condições de higiene das salas de cirurgia , Os médicos operavam os pacientes de mãos nuas depois de terem manuseados cadáveres e outros enfermos . Não era comum os médicos se darem ao trabalho de lavar rigorosamente as mãos antes de uma cirurgia. A ausência de esterilização frequentementeresultava em misteriosas infecções e em outras complicações.

Um caso que ilustra bem a condição obscura desse tipo de mentalidade foi o do Dr. Sommelweiss , médico de Dresden , que , bem antes de Pasteur , aventou a possibilidade de existirem causas invisíveis capazes de produzirem infecções ou males febris. Sommelweiss era um professor universitário padrão e obstreta do hospital local , muito respeitado e guia de muitas dezenas de discípulos . Na sua época ( século XIX ) , a obstreticia era ainda muito rudimentar , sendo que a maioria dos partos eram realizados a domicilio , por parteiras ou por irmãs de caridade ; os médicos só eram procurados para os casos complicados , o que raramente não se tornavam óbitos duplos devidos à falta de assepsia . Preocupado com isso , ele começou a observar os partos realizados pelas freiras , cuja incidência letal era muitas vezes inferior à daqueles realizados por médicos no hospital . Chamou a atenção do médico a única diferença entre os dois tipos de atividades : que as religiosas lavavam suas mãos em água benta para "santificar o ato " . Nessa época , a medicina vivia o início da sua "racionalidade cientifica" , e que qualquer resquício de religião era radicalmente criticado . Secretamente , Sommelweiss adquiriu um pouco de água benta e passou também a lavar as mãos antes de realizar partos e cirurgias Como o resultado foram muito satisfatórios, ele empolgou-se e passou a exigir que seus alunos fizessem o mesmo ; a partir daí , a incidência de mortes por infecção pós parto diminuiu muito , mas o médico começou a ser duramente criticado pelos "doutos" ( os representantes da Ciencia Oficial ) da época . Apesar das fortes evidencias , os demais professores não podiam acreditar na necessidade de "abençoar" as mãos . Durante a sua defesa num dos inúmeros processos que Sommelweiss sofreu , ele chegou a dizer :

"Eu não sei do que se trata , se é Deus ou alguma coisa , mas estou feliz por não perder mais tantas pacientes : aconselho , pois, que todos aqui adotem a mesma prática , pois a profissão médica existe para fazer o bem e não para se lançar em discussões vazias ou manter teorias sustentadas por vaidades"

Além de ter sido expulso da universidade , Sommelweiss foi impedido de exercer a profissão e acabou morrendo na miséria, enquanto no hospital a incidência de mortos por infecção voltou à situação anterior . Conta-se, contudo , que diversos discípulos de Sommelweiss continuaram a lavar as mãos em água benta . . . Depois que o microscópio mostrou a existência dos germes e as opiniões tiveram que mudar , o trabalho de Sommelweiis foi finalmente reconhecido .

Hoje existe em Dresden uma estátua em homenagem a ele . . .